TIP Talk: Portugal que futuro?

«Portugal deve ser alavancado nos sectores que exploram a nossa especificidade», defendeu Daniel Traça, sub-director e professor da Nova School of Business and Economics, na primeira TIP Talk organizada pela Marketeer onde foi orador.

TIP on the Future - Transformar Portugal foi o tema sob o qual decorreu a sessão que teve ainda como comentador António Mexia, presidente do Conselho de Administração da Edp. Maior competência para todos os sectores, menos informalidade, diminuição do peso do Estado e aumento do "focus" na produtividade foram algumas das premissas avançadas por Daniel Traça para que Portugal consiga desenvolver uma estratégia de crescimento para os próximos anos. Mais ainda, considera o professor da Nova ser fundamental «criar mais concorrência e mais pressão reguladora nos não - transaccionáveis, liberalizar o mercado de trabalho, reduzir os custos explícitos e implícitos do sistema de justiça, criar um órgão independente de combate à corrupção implícita e explicita, "tecnocratizar" política económica, reformar o sistema de ensino no sentido de aumentar a adaptabilidade e... assumir um discurso com ênfase na responsabilidade».

Para Daniel Traça - que já foi professor no INSEAD - The Business School of The World, em Singapura e França, onde se mantém como professor-convidado, e ainda no Solvay Brussels School, em Bruxelas - «o Estado tem que ter metas claras, objectivos». O problema é que, lembra, continua a existir «enorme dificuldade em que sejamos consistentes e integrados no discurso».

Uma posição corroborada de perto por António Mexia. Para o presidente do Conselho de Administração da Edp, Portugal continua a enfrentar um problema: apesar dos processos se terem simplificado nos últimos, ainda faltam «métricas, avaliações, método». Ou seja, diz, «não há estratégia!»

E António Mexia vai ainda mais longe ao tecer algumas críticas à falta de resilência dos portugueses. Em jeito de analogia, arrancou olhares cúmplices ao defender que «temos uma psicologia clara de jantar de adolescentes» em que se esqueceram de dizer "cada um paga o seu". «Temos sempre um prazer em que as coisas não corram a 100%. Temos uma inveja incrível e uma incapacidade de aceitar a diferença entre nós; temos um horror à diferenciação. Confunde-se ambição com arrogância, sucesso com sorte», apontou o presidente do Conselho de Administração da Edp, sublinhando faltar coragem aos portugueses.

«Os portugueses estão a aceitar sacrifícios, mas têm que transformar isso num debate de ambição nacional», acrescentou Daniel Traça, defendendo: «Temos que colocar ambição e recursos para dar o salto. Temos que colocar inovação em cima da nossa diferença» enquanto fazemos ajustamentos!

O  que são as TIP Talks?

Há três anos a Marketeer começou a organizar a sua conferência anual. Este ano impunha-se ir mais longe, pelo que arrancou com um conjunto de nove sessões, mensais, denominadas TIP (This is Portugal) Talks Marketeer. Nem mais que pequenos momentos que decorrerão sempre ao final do dia no Pavilhão de Caça da Fidelidade Mundial, ao Chiado, e que funcionarão em jeito de narrativa até ao momento final, a conferência, que acontecerá em Outubro.

A história que se pretende contar nestas sessões tem como ponto de partida o actual contexto sócio-económico e procurará reflectir, de forma construtiva, sobre oportunidades e caminhos que momentos de grande disrupção podem por vezes apresentar.

No fundo, repensar modelos de funcionamento da sociedade e apresentar pistas e caminhos para o futuro. Por isso, ao longo destas nove TIP Talks serão vários os convidados que contarão ao público histórias inspiradoras e exemplos que pretendem incentivar à mudança no nosso País.

Depois de Daniel Traça, o próximo orador será Nuno Jerónimo (O Escritório). O moderador apenas será apresentado mais perto do evento!

Maria João Vieira Pinto

Veja o vídeo da primeira Tip Talks:

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

CAPTCHA

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.