De acordo com a analista de mercado Gartner, as rivais Apple e Samsung fecharam o ano passado com uma quota conjunta do segmento dos smartphones de 52%, que compara com a quota partilhada de 46% em 2011. A fabricante sul-coreana vai à frente, com uma quota de 32%, enquanto a empresa da maçã tem uma participação de 20% neste segmento.

Logo a seguir às duas arqui-rivais, surge a chinesa Huawei, que atingiu pela primeira vez o terceiro lugar do ranking do mercado dos smartphones. Em 2012, as vendas da empresa cresceram 73,8% para 27,2 milhões de unidades comercializadas.

Ainda assim, mantém-se a tendência de distanciamento entre as duas líderes e as restantes marcas. «Não há nenhum fabricante que possa reclamar com segurança o terceiro lugar» do ranking, afirma Anshul Gupta, analista principal. «O sucesso da Apple e da Samsung reside na força das suas marcas e na qualidade dos seus produtos. Os seus concorrentes directos, incluindo aqueles que têm produtos comparáveis, lutam para alcançar a mesma notoriedade junto dos consumidores», explica.

Os dados divulgados pela Gartner revelam ainda que, no ano passado, o mercado global de telemóveis sofreu, pela primeira vez desde 2009, uma quebra de 1,7% das vendas, para 1,75 mil milhões de equipamentos comercializados, dos quais 646 milhões (ou 37%) foram smartphones. Isolados os dados relativos apenas às vendas de smartphones, a conclusão é a de que este segmento continua a crescer: no último trimestre de 2012 as vendas subiram 38% para 208 milhões de dispositivos.

Este ano, a Gartner estima que sejam vendidos 1,9 mil milhões de telemóveis, dos quais quase mil milhões serão smartphones.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

nove − 4 =