Microsoft persegue quota de dois dígitos

A aposta em smartphones a preços competitivos, dirigidos aos consumidores que estão à procura do seu primeiro telemóvel inteligente, é um dos focos da estratégia da Microsoft. A gigante norte-americana espera chegar aos 10% de quota de mercado a curto prazo no mercado português, revela Luís Peixe, general manager da Microsoft Mobile Devices Sales para Portugal e Espanha.

Texto Daniel Almeida

Foto Paulo Alexandrino

Liderou o mercado mundial de telemóveis durante mais de uma década, mas a entrada na era dos smartphones acabou por ser fatal para a Nokia, incapaz de concorrer com marcas como a Apple ou a Samsung. Depois de alguns semestres de prejuízos e um plano de reestruturação que levou à extinção de milhares de postos de trabalho, a fabricante finlandesa vendeu em Abril de 2014 a sua unidade de telemóveis, a Nokia Devices and Services, à Microsoft.

Para ler o artigo na íntegra, consulte a edição de Fevereiro de 2015 da revista Marketeer.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

*