Faltam unicórnios digitais em Portugal

Em 2015, a portuguesa Uniplaces conseguiu investimentos de 30 milhões de euros, o que lhe permitiu multiplicar a equipa, contratar profissionais de topo e entrar em novos mercados. Agora, o objectivo é crescer acima dos 500% este ano e, em finais de 2017, avançar para nova ronda de investimentos para chegar aos EUA

Texto de Mª João Lima e Mª João Vieira Pinto

Fotos de Paulo Alexandrino

Os esforços de crescimento estão longe de estar terminados e nem o recente volte-face da decisão da saída do Reino Unido da União Europeia faz reduzir o optimismo de Miguel Santo Amaro, co-fundador da Uniplaces. Um profissional, de resto, que diz que, se não fosse um optimista, nunca teria criado uma startup aos 22 anos.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Julho de 2016 da revista Marketeer

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

CAPTCHA

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.