Queer assume-se… como “straight friendly”

Chama-se "Welcome" e é o mais recente filme do Queer Lisboa. No ano em que se comemoram os 20 anos do mais antigo festival de cinema da capital portuguesa, a Fuel voltou (pelo sétimo ano consecutivo) a criar um filme que promete dar que falar.

Marcelo Lourenço, director criativo da Fuel, explica que na agência tentam sempre mudar o "insight" de ano para ano, bem como o tom do filme e o foco da campanha. «No ano passado, por exemplo, com o "Obscene" fizemos algo mais dramático, mais profundo, mais emotivo. Este ano, partimos para o humor com algo mais leve e até provocativo: um filme feito para os "straight" guys ou melhor, para o clichê do macho que nunca iria num festival de cinema gay», explica Marcelo Lourenço. Para fechar o convite a Fuel tem o pay-off: "straight friendly".

O filme "Welcome" conta como cenário o Pavilhão Chinês, em Lisboa. «Queríamos um local mágico, que desse este toque de cabaret / Berlin dos anos 20», conta o director criativo da Fuel. A sugestão do local acabou por ser de Fred Oliveira que assina a realização do filme que tem produção da Krypton (ambos pelo terceiro ano consecutivo). O actor principal é Daniel Silva, um coreógrafo do Porto que, segundo o responsável da Fuel «é tão talentoso que acabou por ser o protagonista do filme», também por escolha de Fred Oliveira. E não, «a senhora que aparece no filme não é a Helen Mirren, com muita pena nossa…», remata.

Veja aqui o filme "Welcome".

Texto de Maria João Lima

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

*