Outubro 2016

Tema de Capa

Como é que uma cidade ganha marca?

«A marca de uma cidade, país ou região, não difere em nada de qualquer outra marca comercial, e o escrutínio a que está sujeita é igualmente implacável. Falamos de algo tão importante, valioso e relevante que, por si só, é capaz de mudar totalmente o cenário socioeconómico de um destino», sublinha Filipe Roquette, managing director da Bloom Consulting Portugal. No nosso País, os governos locais parecem cada vez mais despertos para esta realidade, ou não estivessem as marcas cidade a crescer como cogumelos, enquanto ferramentas de diferenciação e (re)posicionamento das cidades. Nesta edição, fomos conhecer os casos das marcas Coura Sem Paredes, Famalicão Made IN, Gaia, Guimarães Marca, Recomeçar em Idanha-a-Nova e InvestAmarante. Procurámos ainda perceber de que forma o recém-inaugurado MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia poderá ajudar a construir a marca Lisboa.

Editorial

Ricardo Florêncio | Aproveitemos a onda...

Pessoas

Quero ter o maior grupo de restauração em Portugal, entrevista ao chef Olivier da Costa

B.I. Luís Monteiro, administrador executivo do grupo Pestana

Casos

Sucesso: Tecnológica com olho para o futebol

O rugir da Tiger

De Braga a Nova Iorque

No quarto das maravilhas

Ai chega, chega a minha agulha!

Fim ao drama do estacionamento

Estratégias

Loewe pisca o olho aos millennials

Inovação está a mudar Aki

O champanhe do Baile da Rosa quer conquistar Portugal

Estudos

“Learn by doing”

Marcadas pela música

Comunicação

Pub à Lupa por Judite Mota

Nada substitui a televisão

De smart ao peito

“Welcome” é “straight friendly”

Lifestyle

ALMA + Douro Royal Valley + Mazda3 HB + Na vitrine + Gadgets

Cadernos Especiais

Marcas + Empresas portuguesas no Brasil + Cartões Fidelização + Quem é quem Automóvel

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

*