Instagram confirma anúncios nas Stories e outras mudanças

As marcas vão mesmo poder apresentar anúncios de vídeo pelo meio das Instagram Stories. A rede social confirmou, hoje, que está a introduzir um novo formato publicitário, que promete ser diferente de qualquer outro que exista hoje: as marcas podem seleccionar qual o seu público-alvo para que os anúncios sejam relevantes para os utilizadores impactados pelos mesmos.

No caso da Airbnb, por exemplo, a marca escolheu utilizadores norte-americanos, homens e mulheres, com mais de 18 anos como target. Os seus anúncios de vídeo de 15 segundos aparecem apenas aos utilizadores que preencham estas características.

Os anúncios presentes na secção Stories vão ocupar o ecrã completo, tal como qualquer história de um amigo. Segundo o Instagram, aproximadamente 70% das Stories são vistas com o som ligado, pelo que este tipo de anúncios “cria uma intimidade com as pessoas como nunca antes”. Para já, o produto está a ser testado com mais de 30 negócios, incluindo Maybelline New York, Nike, Netflix e General Motors.

Além da novidade a nível publicitário, o Instagram revela também que as marcas e negócios vão passar a ter acesso a dados sobre as histórias que publicam. A nova ferramenta Stories Insights estará disponível para os perfis de negócios da rede social.

Número de utilizadores continua a crescer

Já são 150 milhões os utilizadores que utilizam as Instagram Stories diariamente, de acordo com dados da própria plataforma. Lançadas há apenas cinco meses, as Stories ajudam na criação de um número maior de conteúdos e também de engagement, garante ainda o Instagram no seu blog – um em cada cinco resulta numa mensagem via Direct por parte de quem assistiu.

A rede social informa ainda que 70% dos instagrammers seguem um negócio, pelo que “não é surpresa que um terço das Stories mais vistas sejam provenientes de um negócio”. É devido ao sucesso alcançado que o Instagram decidiu avançar com as novas ferramentas para empresas e anunciantes.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

CAPTCHA

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.