Número de espectadores no cinema subiu em 2016

14,9 milhões de entradas de espectadores nas salas portuguesas de cinema em 2016. Dados do Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA) revelam ainda que a receita bruta de bilheteira foi de 76,7 milhões de euros, o que representa um crescimento de 2,2% face ao ano anterior. Quanto ao valor da ida ao cinema, a média é de 5,15 euros por espectador.

O relatório de Janeiro do ICA indica ainda que Portugal recebeu 389 estreias longas-metragens, 169 das quais com origem na Europa. Os Estados Unidos da América, por seu turno, foram responsáveis por 164 dos filmes. Porém, apesar de terem estado em maior número nas salas, as películas europeias foram vistas por apenas 8,9% do total de espectadores. Já os norte-americanos foram vistos por 78,8% dos espectadores.

Por seu turno, os filmes portugueses foram vistos por aproximadamente 350 mil espectadores, registando uma quota de 2,3% em 2016. As salas receberam 25 estreias de longas-metragens nacionais, tendo sido “A Canção de Lisboa” o mais visto (188 mil espectadores e 945 mil euros de bilheteira”.

Quanto ao género, do total de estreias em Portugal, 82,2% eram obras de ficção e apenas 8% de animação. Contudo, alguns filmes mais vistos pertencem a esta última categoria: “A Vida Secreta dos Nossos Bichos” ficou em primeiro lugar, com mais de 600 mil espectadores e uma receita de bilheteira de perto de três milhões de euros.

A Nos Lusomundo Audiovisuais mantém-se como líder na área de distribuição cinematográfica, com uma quota de espectadores de 65,9%. Segue-se a Big Picture 2 Films, com 23,5%. No campo da exibição, a Nos também fica em primeiro lugar (62,8% da receita bruta de bilheteira), seguida pela UCI (11,1%).

A 31 de Dezembro, Portugal registava 553 salas de cinema e 103.999 lugares.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

CAPTCHA

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.