Vídeo digital: desafios e como contorná-los

A falta de recursos humanos é o principal desafio apontado no que diz respeito à criação e publicação de conteúdos de vídeo em plataformas digitais. Um inquérito levado a cabo pela Wibbitz a 300 publishers revela que 28% considera não ter as pessoas necessárias para explorar este formato, 24% está preocupada com a monetização do mesmo e 19% acredita que a escala constitui o principal desafio.

A manutenção dos padrões de qualidade, direitos de autor, conhecimento e presença em redes sociais também foram apontados como desafios. Quanto a soluções para os principais problemas, o site ClickZ sugere a criação de conteúdos relevantes para o público-alvo, garantindo que correspondem às suas expectativas. Desta forma, os recursos não são desperdiçados.

Dados do Wibbitz indicam ainda que 48% dos publishers inquiridos colocaram a produção de vídeo no topo das prioridades. Nesta lista, a monetização deste tipo de conteúdos fica em segundo lugar, seguida pela distribuição multicanal.

Tendo em conta a perspectiva do utilizador, o mesmo estudo revela que o público vê, em média, 4,8 vídeos aquando da visita a uma página online através do desktop. Caso o faça via dispositivo móvel, este número cai para 1,3. A quebra é visível também no tempo gasto a ver os vídeos: no desktop, 87% dos conteúdos são vistos na sua totalidade; no smartphone ou tablet, apenas 45% são vistos na íntegra.

Relativamente ao Facebook, o Wibbitz garante que os vídeos recebem 375% mais cliques do que as imagens e que geram 291% mais alcance.

Tendo em conta estes dados, eis algumas dicas para a criação e publicação de vídeos:

1 – A duração ideal de um vídeo é de 51 segundos;

2 – Os melhores dias para publicar são a segunda e a quarta-feira;

3 – Os vídeos no Facebook registam um alcance maior à terça e sexta-feira;

4 – A qualidade bate a quantidade;

5 – Orçamentos reduzidos podem ser contornados com vídeos para as redes sociais.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

CAPTCHA

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.