YouTube com restrições em anúncios que não dão para saltar

A maioria dos anúncios no YouTube que surgem antes de um vídeo ter início podem ser “saltados” ao fim de apenas alguns segundos. Porém, existem outros que obrigam os utilizadores a ver o conteúdo publicitário até ao fim caso queiram mesmo assistir ao vídeo. A partir do próximo ano, estes anúncios de 30 segundos que não dão para ignorar vão ser proibidos.

Em comunicado citado pela Campaign, o YouTube explica que o seu objectivo é disponibilizar a melhor experiência publicitária possível aos seus utilizadores. Tendo isto em conta, o foco passará a estar em anúncios mais curtos, que, de acordo com o porta-voz da Google, funcionam melhor tanto para os internautas como para os anunciantes.

Mas isto não significa que todos os anúncios que não dão para “saltar” sejam eliminados. Apenas o formato mais longo, de 30 segundos, será banido da plataforma. Os anúncios de 20 segundos, por exemplo, poderão ter de ser vistos na íntegra antes de começar o vídeo que o  utilizador queria, de facto, ver.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

*