Farfetch testa loja do futuro em Londres

Idealizada no digital, a portuguesa Farfetch está cada vez mais próxima do mundo físico, ao abrir a sua primeira loja com paredes e tecto. Fica em Londres e coloca a tecnologia no centro da experiência de consumo, tendo em vista a recolha de dados sobre os clientes e uma melhor relação entre os vendedores e o público.

De acordo com o Business of Fashion, que visitou o espaço, o conceito desenvolvida pela Farfetch é modular. Isto significa que cada marca presente na loja poderá adaptar o seu ponto de venda. No futuro, a ideia é que a loja funcione como uma plataforma e que terceiros possam criar aplicações e serviços para lá disponibilizar.

Para já, e para mostrar do que o espaço é capaz, a Farfetch assumiu esse papel e, além do sistema operativo base, desenvolveu algumas aplicações: login universal que reconhece o cliente ao entrar na loja; um espelho digital que permite aceder à lista de artigos preferidos e procurar peças de vestuário em diferentes tamanhos e cores; e um sistema de pagamento móvel semelhante ao que existe nas Apple Stores.

Apelidado de “Store of the Future”, ou “Loja do Futuro”, o conceito ainda está em fase beta. A inauguração oficial está prevista para o próximo Outono na boutique Browns, adquirida pela Farfetch em 2015. Em 2018, o conceito deverá ser alargado a novas localizações.

Segundo a mesma publicação, a aposta numa loja física deve-se ao número ainda reduzido de artigos de luxo adquiridos através da Internet. Actualmente, apenas 7% do total de compras de luxo acontece online, estimando-se que este indicador alcance os 20% até 2025. Até lá, a loja física parece ser mais segura.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

*