5 dicas para enfrentar as novas regras de protecção de dados

Daqui a um ano, mais precisamente a 25 de Maio de 2018, entra em vigor a General Data Protection Regulation (GDPR), um conjunto de regras que estabelece como a protecção de dados deve ser abordada na União Europeia. A Google garante estar preparada para enfrentar as novas disposições e deixa ainda cinco dicas para os utilizadores, especialmente os que são clientes actuais ou potenciais da Google Cloud:

1 – Familiarizar-se com as novas regras. Os utilizadores são convidados a conhecer o que vai mudar para que estejam conscientes de possíveis novos acordos que possam surgir com fornecedores de serviços e soluções tecnológicas;

2 – Criar um inventário. Poderá ser boa ideia criar uma lista actualizada com todas as informações pessoais que os clientes da Google Cloud processam. Para tal, podem recorrer à ferramenta “Prevenção de Perda de Dados”;

3 – Avançar com uma revisão. Verificar todos os controlos e processos actuais é um dos conselhos da Google, que acredita que assim é possível garantir que estão adequados às mudanças;

4 – Aproveitar recursos da Google. A tecnológica tem disponíveis ferramentas que podem ser utilizadas por todos os clientes da Google Cloud, nomeadamente no que respeita a auditoria e certificação de terceiros;

5 – Acompanhar a passo e passo. A Google sugere que os utilizadores fiquem a par das orientações regulamentares actualizadas, à medida que vão ficando disponíveis. É sugerido também que consultem um especialista jurídico para esclarecer quaisquer dúvidas.

Segundo Suzanne Frey, director Security, Trust & Privacy, Google Cloud & Marc Crandall e director of Data Protection and Complicance, Google Cloud, o novo regulamento é a «mais significativa legislação euroepeia de protecção de dados dos últimos 20 anos». Vem substituir a directiva europeia de 1995 e reforça os direitos dos cidadãos sobre os seus dados.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

*