4 novidades da Google a ter em atenção

Na abertura da conferência Google I/O 2017, Sundar Pichar, CEO da tecnológica, partilhou várias novidades com o público, começando pelo número de utilizadores activos de equipamentos Android: dois mil milhões. Segundo o responsável, a mudança da computação para o mobile está a permitir o crescimento deste tipo de indicadores, mas começa a estar desactualizada.

Neste momento, a Google acredita estar perante uma nova mudança de paradigma. «Estamos a passar do mobile-first para um mundo IA-first», afirma Sundar Pichai, referindo-se à inteligência artificial. O CEO da Google acredita que este tipo de tecnologia deve estar ao serviço de todo e é nesse sentido que a empresa está a trabalhar.

Eis quatro das principais novidades anunciadas ontem:

- O YouTube conta, actualmente, com mil milhões de utilizadores e mil milhões de horas de visualização diárias. Além disso, o Google Maps ajuda os utilizadores a navegarem mil milhões de quilómetros todos os dias;

- O Google Assistant já está disponível em mais de 100 milhões de equipamentos e prepara-se para chegar ao sistema operativo iOS, incluindo iPhones. O assistente digital da Google será o novo concorrente da Siri, oferecendo apoio aos utilizadores em várias línguas, incluindo português variante do Brasil;

- O Google Assistant e o Google Photos vão receber uma nova tecnologia relacionada com o campo da visão. Segundo Sundar Pichai, o Google Lens percebe para onde o utilizador está a olhar e ajuda-o a agir com base nessa informação. O exemplo dado para explicar esta novidade poderá ser bastante familiar para a maioria do público: ao estar debaixo de uma secretária de um amigo para ver a palavra-passe da rede WI-FI, o Google Lens percebe qual o objectivo do utilizador e liga-se automaticamente à rede (desde que esteja a ver a palavra-passe). Isto elimina a necessidade de copy paste entre as diferentes aplicações do smartphone, por exemplo. Basta apontar;

- Por fim, Sundar Pichai anuncia uma nova iniciativa, o Google Jobs. A intenção da tecnológica é ligar as empresas com vagas de emprego a potenciais colaboradores e ajudar quem procura uma oportunidade de trabalho e encontrar ofertas disponíveis. O primeiro sinal visível desta nova aposta será uma funcionalidade na pesquisa do motor de busca Google, que permitirá aos utilizadores procurar empregos em função da experiência e níveis salariais.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

*