Depois dos Millennials vêm os… Plurals

Nascidos em meados dos anos 90, os Plurals são a geração que se segue aos Millennials. Segundo a AdAge, a designação encontrada para nomear esta nova vaga de consumidores está relacionada com o facto de viverem numa sociedade pluralista.

Um estudo realizado pela Turner Ignite em colaboração com a RedPeak apresenta uma radiografia dos Plurals, os seus comportamentos, atitudes e valores pelos quais se regem. Com idades entre os 13 e os 21 anos, compõem um quinto da população dos Estados Unidos da América e é sobre este país que a análise incide.

De acordo com o estudo, a idade média em que os Plurals receberam o seu primeiro smartphone é 13 anos e apenas 13% nunca utilizou o Facebook. No caso da geração Millennials, a média é 19 anos e somente 3% nunca utilizou a rede social de Mark Zuckerberg.

Por outro lado, cerca de 60% dos Plurals e 80% dos Millennials visitam o Facebook diariamente. No caso do YouTube e Snapchat, a percentagem é mais elevada relativamente aos Plurals do que aos Millennials.

Cerca de metade dos Plurals (47%) concorda que vale a pena abdicar de alguma privacidade para obter uma experiência mais rápida e personalizada versus 39% dos Millennials.

Abandonando o seu comportamento no mundo digital e passando para aquilo em que acreditam, 80% dos Plural consideram ter poder e querem ser ouvidos face a 72% dos Millennials. A quase totalidade dos Plurals também acredita que é importante dar voz às suas opiniões, algo que 86% dos Millennials sente.

Direitos dos animais, ambiente, direitos civis, direitos da comunidade LGBTQ e direito à vida são as causas pelas quais os Plurals são mais apaixonados. Por seu turno, os Millennials interessam-se pelo ambiente, direitos animais, autismo, direitos civis e justiça social.

Bill Nye the Science Guy, Rihanna, Jennifer Lawrence e Elon Musk são as celebridades que os Plurals mais admiram. Beyoncé, Dwayne Johnson, Kylie Jenner, Donald Trump, Selena Gomez e Pew Die Pie são as que consideram mais populares.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

*