9 dicas para criar uma marca de arrasar

Como transformar uma ideia numa marca campeã de vendas? É este o desafio a que David Gluckman se propõe a responder. O profissional é um dos nomes por detrás do sucesso de marcas bem conhecidas do público como é o caso de Baileys e Smirnoff Black.

Num artigo para o Management Today, o David Gluckman oferece nove dicas para criar uma marca de arrasar, fruto da sua sua experiência de 40 anos na indústria das bebidas.

1 – Receber luz verde das pessoas certas. Segundo David Gluckman, os projectos avançam mais rapidamente se forem apoiados por directores e outros profissionais com poder de decisão na organização;

2 – Manter a simplicidade. Tentar ao máximo reduzir os briefings e problemas em cima da mesa a frases/conceitos simples;

3 – Desrespeitar saudavelmente os estudos de mercado. Por vezes, os melhores produtos podem não ser um sucesso imediato junto dos consumidores. Por isso, também por vezes, é necessário ignorar os estudos de mercado e perceber que inovação é fazer com que as pessoas experimentem e adoptem novos produtos;

4 – Ler tudo. Apesar de David Gluckman aconselhar fazer ouvidos moucos a alguns estudos de mercado, também indica que é essencial ler tudo o que há para ler sobre o assunto, absorvendo toda a informação disponível em estudos anteriores;

5 – Ser melhor e ser diferente. Encontrar um caminho que ainda não tenha sido explorado é o truque para garantir diferenciação perante marcas, produtos e serviços concorrentes. A vodka preta, por exemplo, veio quebrar com a tradicional vodka incolor;

6 – Atacar os gigantes com inteligência. Não vale a pena fugir dos gigantes do sector mas se for para competir que seja com apenas uma parte: em vez de criar um produto capaz de competir com a Bacardi no seu todo, por que não desenvolver uma opção que apele apenas a determinado segmento dos consumidores de Bacardi?;

7 – Ter cuidado com o lado político. David Gluckman acredita que a primeira regra para o sucesso passa por garantir que o cliente seja proprietário da ideia. Ao entregar a ideia a outra pessoa ou empresa, aumentam-se as hipóteses de sucesso da marca;

8 – Ter a funcionalidade em atenção. Os produtos desenvolvidos devem oferecer algo aos consumidores, devem ter uma função, um propósito;

9 – Confiar no instinto. Existem ideias más que, provavelmente, nunca irão funcionar e existem ideias aparentemente más que precisam apenas de um empurrão. Confiar no instinto e bom senso é o último conselho de David Gluckman.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

*