McDonald’s celebra 50 anos do Big Mac

Corria o ano de 1968 quando um dos restaurantes norte-americanos da McDonald’s inventou o Big Mac. Meio século volvido, a sanduíche tornou-se uma das mais populares em todo o mundo, incluindo Portugal.

Inês Lima, directora de Marketing e Comunicação da McDonald’s Portugal, conta à Marketeer que estimativas relativamente ao ano passado apontam para que um em cada quatro portugueses que visitou os restaurantes McDonald’s tenha consumido um Big Mac. O Big Mac é, aliás, o produto da marca que mais vendas gera no País.

Para celebrar os 50 anos da sanduíche, a McDonald’s está a preparar um conjunto de activações. Até ao final do mês, todos os restaurantes terão o Grande Big Mac ao mesmo preço do Big Mac comum.

Além disso, está a ser lançada uma campanha publicitária, sob o mote “Original desde 1968”. É que os sete ingredientes que compõem o Big Mac não mudaram desde a sua criação: pão com sementes de sésamo, dois hambúrgueres 100% carne de vaca, alface iceberg, cebola, queijo fundido, pickles e molho especial.

Ainda assim, Inês Lima explica que o Big Mac tem sabor nacional, «dado que alguns dos ingredientes que o compõem são provenientes de fornecedores portugueses – desde a alface da Vitacress (Odemira) à cebola do Alqueva (Beja), passando pela incorporação de carne de vaca de origem nacional». Todos estes elementos estão disponíveis numa plataforma online, e de acesso livre, designada “O Sabor do Big Mac vem daqui”.

Relativamente à campanha, assinada pela agência TBWA Lisboa, Inês Lima refere que o objectivo é «celebrar a notoriedade do Big Mac, ao mesmo tempo que se pretende reforçar o conceito da sua originalidade». Apesar de os restaurantes terem abraçado o século XXI e de os próprios menus terem evoluído (introdução da sanduíche vegetariana, por exemplo), o Big Mac mantém-se: «Por esse motivo, toda a campanha, em termos visuais, remete para o passado através da utilização do preto e branco, tendo apenas cor aquele que é o elemento estrela.»

Texto de Filipa Almeida

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

*