Entrevista a Elena AcquaVita, Responsável do Observatório Chicco

Criado em 2000, o Observatório Chicco acolhe o ADN da empresa que, nascida em Itália, se dedica à criação de produtos sempre a pensar no desenvolvimento do bebé e da criança e no bem-estar das mães.

Por Sandra M. Pinto

Com 17 anos de existência, a criação do Observatório Chicco foi a forma encontrada para dar expressão concreta a uma forma de trabalhar que já existia, e a qual se encontra no ADN da empresa. Elena Acquavita, responsável do Observatório Chicco, afirma que o «Observatório Chicco faz parte da empresa, estando localizado na sua sede, em Como, perto dos departamentos de produtos».

A criação do Observatório Chicco era algo desejado pela empresa. A que questões veio dar resposta?
Por um lado, quisemos evoluir e aumentar o conhecimento que temos sobre o desenvolvimento do bebé, com impacto em todas as actividades que desenvolvemos: desde os projectos de inovação à comunicação da marca. Por outro, o Observatório responde a centenas de dúvidas dos pais e a curiosidades que possam surgir nos primeiros anos de vida do bebé.

Em que áreas assenta hoje a actuação do Observatório?
Actualmente, a actividade do Observatório Chicco abrange todas as áreas, desde os produtos para a amamentação aos brinquedos, passando pelas cadeiras auto a berços e sapatos. De facto, hoje o Observatório Chicco apoia os projectos mais importantes desenvolvidos na empresa.

As suas recomendações servem de directriz à criação de todos os produtos da marca Chicco?
Sim. Baseadas em colaborações científicas externas, todas as recomendações do Observatório Chicco funcionam como directrizes reais para o desenvolvimento de todos os produtos com a nossa aprovação.

De que forma actuam os vossos especialistas com vista à criação dos produtos?
No início do projecto pedimos uma análise às provas científicas divulgadas em publicações internacionais, sendo essas as primeiras linhas orientadoras. Mais tarde, durante o projecto, normalmente
envolvemos peritos com o intuito de validar que as ideias e protótipos resultantes do projecto estão alinhadas e coerentes com as provas científicas. No final do projecto, definimos em conjunto com os especialistas um plano de testes e, eventualmente, ensaios clínicos.

Têm a ajuda e a colaboração dos pais?
Sim, claro. Os pais são a melhor fonte de sugestões e necessidades. Como se processa essa colaboração? Além das pesquisas tradicionais de mercado, organizamos também painéis com pais, observações directas em casa, entrevistas nos domicílios e nas lojas, convidamo-los a participar em testes a produtos, entre outras acções.

Promovem iniciativas específicas de acordo com o tema tratado?
De acordo com o tema que pretendemos aprofundar, definimos diferentes iniciativas, tanto do ponto de vista científico como do consumidor final.

Têm a perfeita noção das necessidades das crianças nos seus primeiros anos?
É muito difícil definir com precisão as necessidades das crianças, porque as opiniões profissionais, por vezes, são discordantes e as necessidades e opiniões dos pais são igualmente variadas.
Nesses casos, preferimos usar a análise científica, tanto com o estudo de publicações científicas internacionais, como com as pesquisas de mercado, mantendo sempre em mente que a Chicco está empenhada em trabalhar para todos os bebés e pais.

O vosso corpo de especialistas é formado por quem e de que forma são esses profissionais seleccionados?
A nossa política implica colaborar com um painel enorme e variado de peritos independentes e com provas dadas, seleccionando-os de acordo com as suas competências para um projecto em particular,
por vezes, a nível internacional. Esta abordagem permite-nos receber sempre testemunhos actualizados, bem como diferentes opiniões profissionais. Claro que temos algumas colaborações a longo prazo, como o ortodontista Luca Levrini, para as chupetas e produtos de higiene oral, a psicóloga Emanuela Iacchia e a pedagoga Rosanna Candon, para os brinquedos, e o ergonomista Mauro Testa, para os sapatos, além de muitos outros profissionais, de parteiras a pediatras, passando por dermatologistas, por exemplo.

Colaboraram com a MSC Cruzeiros no que diz respeito a conselhos sobre viagens de barco com crianças pequenas. Estas colaborações são esporádicas ou realizadas regularmente?
Acontecem de forma regular. A colaboração entre a Chicco e a MSC teve como objectivo oferecer aos pais as melhores condições para umas férias com bebés, sendo uma das parcerias de hospitalidade
com crianças em que a Chicco está a trabalhar. A marca envolveu o Observatório de forma a preparar, com os seus consultores, recomendações sobre o entretenimento de bebés até aos dois anos
e sobre aspectos nutricionais e práticos.

Podem outras empresas ter igualmente a vossa colaboração?
O Observatório é o centro de pesquisas da Chicco, onde colaboramos com universidades, centros de pesquisa e associações pediátricas, com o intuito de dar apoio às actividades da Chicco. Quando colaboramos com outras empresas num projecto específico, o que acontece frequentemente, é quase sempre numa base de dar apoio.

A felicidade dos bebés e das crianças é o vosso objectivo final?
Sem dúvida. O bem-estar dos bebés e dos pais em todos os momentos é o nosso objectivo final.

Quais os valores seguidos pelo Observatório Chicco?
Conhecimento, ciência, experiência e responsabilidade: são esses os nossos valores. Conhecimento significa observar constantemente as crianças e o mundo em que vivem. Ciência assenta na colaboração com o mundo médico, para obtermos provas científicas e melhorarmos os nossos conhecimentos. Experiência significa dar importância às necessidades práticas dos pais, ouvi-los e ter com eles um diálogo contínuo para chegarmos às soluções certas. Por último, responsabilidade é ter o bem-estar das crianças como a nossa principal obrigação.

Qual é actualmente o compromisso do Observatório Chicco?

O “compromisso” mais importante, e no qual estamos totalmente empenhados, é fazer recomendações científicas apelativas para os pais, que lhes tragam respostas às dificuldades que estes encontram
diariamente, mas igualmente oferecendo soluções que sejam coerentes com a ciência, mas compreensíveis para os pais, além de realmente úteis.

Qual é agora, no século XXI, a missão do Observatório Chicco?
A nossa missão é a da marca: estar perto dos pais, para ser deles um aliado competente e de confiança nos primeiros 3 anos dos seus filhos, oferecendo soluções e respostas úteis para os seus problemas e que lhes permitam aproveitar com tranquilidade todos os momentos únicos e irrepetíveis do crescimento dos seus bebés.

Artigo originalmente publicado na edição de Novembro de 2017 da revista KIDS

Recomendar
  • gplus
  • pinterest