Uma questão de orgulho

M.ª João Vieira Pinto
Directora de Redacção Marketeer

Não é só o têxtil e o vestuário que têm apresentado crescimentos nas nossas exportações. Assim como já não é apenas no futebol que o sotaque português tem estado a pontuar na primeira linha. Ou no atletismo. Ou, ainda, na política. Sim, Cristiano Ronaldo continua um dos nossos maiores embaixadores. António Guterres dá cartas na diplomacia mundial. E Sara Sampaio brilha nas passerelles e capas de revistas internacionais.

Mas, há anos, que estamos a colocar no mundo um dos nossos maiores valores: quadros qualificados. E, também aqui, não são apenas e só jovens licenciados candidatos ao primeiro emprego, a uma bolsa, ou à procura de carreira internacional.

Disso mesmo dá conta esta edição. Há uns anos, a Marketeer olhou para Espanha e fez o retrato de alguns portugueses, responsáveis por grandes marcas. Agora, fomos mais longe e metemo-nos a caminho das Américas. Entre a Colômbia e os EUA. Entrámos no retalho alimentar com Mário Barbosa, na McDonald’s, seguimos para as bebidas com Raul Simão, na Heineken, e Nuno Teles na Diageo, avançámos para as finanças com Domitília dos Santos, assim como enveredámos pela publicidade com João Coutinho, pelos acessórios de luxo com Victor Luís, presidente da Coach, e pela música com Gabriela Carrilho, vice-presidente de Marketing da Universal Music Latin America.

Uma mão-cheia de grandes marcas e grandes nomes que sublinha quão bem se trabalha nas marcas em Portugal. De resto, McDonald’s e Heineken são mesmo duas casas que, a partir do nosso País, têm vindo a expatriar valor humano.

Mais nomes e um outro conjunto de histórias poderíamos aqui contar. Assim como se olhássemos para outras geografias, onde um número cada vez mais elevado de altos quadros portugueses está a fazer a diferença. É a nossa capacidade de liderar, de saber fazer, de ditar a diferença e, claro, de aprender. Porque o que aqui se mostra, também, é que as nossas escolas - de Gestão, Economia, Marketing... - podem perfilar sem desprimor ao lado das primeiras nos rankings internacionais.

Numa altura em que se recupera o orgulho pelo País, pela tradição, pela gastronomia e culturas, pelas praias e cidades, é bom perceber que somos também grandes em gerir e desenvolver empresas, em pensar estratégias e elevar marcas.

Fica a promessa: numa próxima edição, a Marketeer voltará a cruzar novo oceano para traçar novos perfis! Porque o merecemos e porque é uma questão de orgulho!

 

Editorial publicado na Revista Marketeer n.º 260 de Março de 2018

Recomendar
  • gplus
  • pinterest