Playboy regressa a Portugal “mais madura”

playboy1A revista masculina Playboy foi ontem relançada em Portugal, com Rita Pereira na capa. Agora pela mão da empresa Media Page, a publicação diz-se “mais madura” e promete uma “postura e linguagem mais inteligente, dando especial ênfase a assuntos como o lifestyle e a cultura”.

Talvez por isso, a Playboy admita agora a possibilidade de não colocar modelos em nú integral na capa, como acontece no primeiro número, que foi ontem para as bancas, protagonizado por Rita Pereira. “A Playboy sempre teve, tem e terá mulheres nuas nas suas edições, seja a Playmate ou outros ensaios fotográficos nacionais e internacionais. Em relação à modelo de capa, que sempre tentaremos que seja uma personalidade de relevo na sociedade, poderá aparecer ou não totalmente nua, consoante se sinta bem com a exposição da sua nudez”, informa a revista em comunicado.

“A ideia da Playboy é dar a conhecer essa mulher de uma forma sensual, que mais uma vez poderá ou não expor a sua nudez consoante o seu à-vontade e carácter. O nosso intuito é revelar a mulher como um ser completo, mais do que um corpo bonito”, reitera a Playboy.

A revista regressa também com uma nova equipa. A direcção da Playboy Portugal está agora a cargo de Marco António dos Reis, ficando o cargo de editor entregue a Bruno Lobo (ex-GQ). A área editorial terá ainda o apoio de Luís Merca (antigo director da Maxmen e actualmente director da iSpeed), como consultor editorial. O projecto gráfico tem assinatura de Pedro Martins, e será desenvolvido por Luís Martins. A área comercial será da responsabilidade de João Froes.

A nova direcção pretende também reforçar a componente digital. “Apoiada numa plataforma multicanal, a revista terá uma presença virtual com um site oficial, páginas em redes sociais e em formatos móveis, como smartphones e tablets”, diz a empresa.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...