Grupo que une aço e peixe congelado prevê 300 milhões até 2019

O Vingent Group (conhecido como Metalcon Investimento SGPS até ao ano passado) espera atingir os 300 milhões de euros em volume de negócios até 2019. A previsão tem por base os resultados alcançados até aqui, nomeadamente o crescimento verificado no ano passado.

A Metalogalva, empresa do grupo dedicada à engenharia e protecção de aço, registou "uma facturação recorde de cerca de 80 milhões de euros". Já a Brasmar, empresa do grupo especializada em produtos do mar congelados, viu o volume de negócios ascender a perto de 150 milhões de euros. No total, os 230 milhões de euros gerados representam um crescimento de 19% face a 2015, revela o grupo em comunicado.

O Vigent Group indica ainda que mais de metade da actividade das suas empresas se desenvolve no e para o mercado externo, exportando para mais de 15 países. No caso da Metalogalva, a taxa de exportação ascende a 72%.

Até ao final deste ano, a Metalogalva prevê investir quatro milhões de euros. Desta forma a empresa acredita que alcançará 100 milhões de euros em volume de negócios no prazo de três anos. Já a Brasmar, espera investir cerca de 20 milhões de euros entre este ano e o próximo. Neste caso a empresa acredita que serão atingidos os 200 milhões de euros de volume de negócios também no prazo de três anos até 2019.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Outras notícias

Comentar este artigo

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

*