Pirataria chega à consultoria de marcas

Passou pela BBDO, Ogilvy e FCB, em Lisboa. Seguiu para Madrid e para São Paulo, onde trabalhou em agências como TBWA, BBDO, DM9 DDB, Publicis e Grupo McCann. Agora, Miguel Bacelar estreia-se a solo num projecto próprio, a que chamou Saint Pirate.

Trata-se de uma boutique de consultoria para marcas e agências que divide a actuação em três áreas: estratégia, pesquisa de consumidor e criatividade (com um foco em workshops de inovação). A funcionar desde Outubro do ano passado, começou por trabalhar com a Sail Cascais, startup de vela e clínica de alta competição.

Actualmente, a Saint Pirate está a colaborar com o Grupo Havas Portugal, tendo fechado um projecto de consultoria de seis meses, que apenas terminará no final deste mês.

Miguel Bacelar explica à Marketeer que os diferenciais da boutique passam pelo know-how proveniente da sua experiência de perto de duas décadas, pelas áreas de actuação e, por fim, pelo facto de trabalhar tanto com marcas como com agências de publicidade.

Relativamente à equipa por detrás da Saint Pirate, Miguel Bacelar refere que «tem uma lógica modular», que vai alterando conforme o desafio em causa. «Esses players podem ser um colectivo de designers, um instituto de pesquisa quantitativa, um psicólogo ou uma agência de publicidade», conta.

«Sou único fundador mas a Saint Pirate está longe de acabar em mim. Não acredito em pensamento estratégico de uma pessoa só. Acho que a estratégia para ser de excelência tem que ser um acto colectivo, de partilha e generosidade», acrescenta Miguel Bacelar, sublinhando ainda que «a Saint Pirate quer juntar a ousadia dos piratas à disciplina e ao rigor dos santos, mas sempre jogando em equipa com os melhores».

Texto de Filipa Almeida

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

*