Produtora FIM aponta à internacionalização

A FIM – Forever in Movies está a dar os primeiros passos lá fora. A culpa é da Skyhour, startup norte-americana que escolheu a produtora portuguesa para desenvolver uma série documental composta por histórias reais, sob o mote “What moves you?”.

Rui Malvarez, fundador da FIM, garante que a internacionalização está apenas a começar e que este é o caminho a seguir: «Estamos a mostrar que temos qualidade e criatividade para competir com qualquer produtora internacional e isso deixa-me muito confiante no nosso futuro.»

Em comunicado, o responsável acrescenta que a Skyhour poderia ter escolhido qualquer produtora norte-americana de renome mas que preferiu apostar na FIM. «Quando reunimos com a Skyhour, aquando da passagem de briefing, percebemos, desde logo, que partilhávamos do mesmo ADN e isso tornou todo o processo muito mais simples e construtivo. Este é o primeiro de muitos episódios que estamos a desenvolver e posso revelar que vamos ter histórias cada vez mais incríveis», conta Rui Malvarez.

O primeiro final, realizado por André C. Santos, já pode ser visto no website da Skyhour e conta a história de Alicia Walker. Em cerca de nove minutos, acompanhamos a aventura de uma cantora lírica que quer aprender fado em Lisboa.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Outras notícias