Google acelera as primeiras startups portuguesas em Madrid

O Campus da Google em Madrid seleccionou as startups portuguesas Barkyn e Unono para participarem na segunda vaga do seu programa de aceleração, designado Residency. As empresas nacionais integram assim um restrito lote de oito empresas que, durante seis meses, vão receber apoio da gigante da tecnologia.

Criada por André Jordão, a Barkyn é uma plataforma de entrega de ração e outros produtos para cães, que funciona sob o modelo de subscrição. A empresa, com sede no Porto, conta ainda com uma marca própria de ração natural, a Essence.

Já a Unono está sediada em Madrid, mas foi co-fundada pelo português Luís Mendes. Trata-se de uma plataforma de recrutamento para jovens talentos.

De acordo com a Google, o Residency é um programa de crescimento free equity para startups, com a duração de seis meses, que proporciona apoio personalizado e adaptado às necessidades de cada startup e o acesso a recursos e especialistas da Google, a uma network global, bem como a um espaço de coworking gratuito no Campus de Madrid.
Na primeira edição deste programa, realizada no ano passado, as startups envolvidas receberam um total de 76 milhões de euros.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest