Como uma acção do Parque Nascente se tornou viral no Brasil

Quatro senhoras octogenárias foram desafiadas pelo centro comercial Parque Nascente a pôr mãos à obra. O resultado do projecto apelidado de “Mãos Com Vida” está, agora, à vista de todos os que passarem pelo espaço do Porto, onde estão expostos 1250 quadrados de tricô.

Foram precisos 60 dias e 500 novelos de lã – o equivalente a 50 quilos – para construir a instalação que irá decorar o Parque Nascente até Setembro. Até lá, todos podem conhecer o trabalho desenvolvido pelas artesãs convidadas, quer visitem o centro ou não: foi criado um vídeo que mostra o resultado final e que, entretanto, se tornou viral, segundo garante Rita Sampaio, responsável de Marketing do Parque Nascente.

Até ao momento, o vídeo publicado no Facebook já alcançou oito milhões de pessoas e registou três milhões de visualizações. Além disso, 446 mil pessoas interagiram de alguma forma com o conteúdo, nomeadamente através de gostos (258 mil), corações (78 mil), partilhas (68 mil) e comentários (35 mil).

O mais curioso talvez seja a localização principal dos utilizadores do Facebook que estão a tornar o vídeo tão popular: São Paulo, no Brasil. Rita Sampaio explica à Marketeer que o sucesso neste país se deverá, em parte, ao facto de uma das artesãs ter lá vivido muitos anos e de ter família na cidade. «Por outro lado, ao facto de estar legendado e de ambos os países falarem e compreenderem a mesma língua. Todos os resultados alcançados no Brasil foram orgânicos, o que demonstra o carinho que o país irmão está também a nutrir por esta iniciativa», acrescenta a responsável.

Na região do Grande Porto, contudo, o Parque Nascente investiu na divulgação do vídeo, tendo sido aplicado «um pequeno patrocínio», segundo explica Rita Sampaio. A responsável de Marketing explica que a acção permitiu, por um lado, criar uma decoração especial, «que funciona como um wow factor perante os visitantes» e que reforça o posicionamento “Let’s Play”; por outro, permitiu «envolver a comunidade local num projecto desafiador e muito acarinhado e assim reforçar o papel de responsabilidade social perante as instituições que rodeiam» o Parque Nascente. «Acreditamos também que esta acção contribui para o reforço dos laços de afectividade para com o centro comercial», conclui.

Para o futuro estão previstas novas acções do género, mas que poderão envolver outros públicos. De qualquer forma, o parque gostaria de continuar a envolver a comunidade local e a reforçar o posicionamento.

Texto de Filipa Almeida

Recomendar
  • gplus
  • pinterest