Klorane: em nome da biodiversidade

Da ilha da Madeira ao Senegal, vários são os projectos que a Klorane Botanical Foundation, do Grupo Pierre Fabre, tem vindo a desenvolver para proteger a biodiversidade vegetal. Hoje, garante a sobrevivência de 15 plantas ameaçadas.

Texto de Daniel Almeida

Foto de Patrick Péron CBN-Brest

Em 1995, o padre Nóbrega, amante da botânica, descobriu por acaso alguns exemplares da planta Normania triphylla (Lowe) Lowe, na ilha da Madeira. Não seria um achado extraordinário se não se tratasse de uma planta endémica que se julgava extinta há mais de 100 anos! Ciente da importância da sua descoberta, o padre recolheu algumas sementes e entregou-as ao Jardim Botânico do Funchal e ao Conservatório Botânico Nacional de Brest (CBNB), em França. Depois de uma tentativa fracassada de reintroduzir a espécie no seu habitat, em 20017 a Klorane Botanical Foundation associou-se ao CBNB para ajudar a salvar a planta.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Julho de 2018 da revista Marketeer.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest