As novas estrelas nascem no digital

Na Klasszik, o YouTube substitui as vendas de discos, os artistas somam seguidores e o digital é rei, quando o tema é comunicação. A editora responsável por jovens artistas como Bárbara Bandeira e Calema está a reescrever os caminhos da promoção musical

Texto de Filipa Almeida

Dois dos artistas nomeados na categoria "Revelação" da edição deste ano dos Globos de Ouro,em Portugal, pertencem à mesma editora. Tanto Bárbara Bandeira - que acabou por conquistar o galardão - como os Calema fazem parte do grupo de artistas a trabalhar actualmente com a Klasszik. Qual o segredo para virar os holofotes na direcção de dois jovens projectos, sem grande notoriedade no mundo offline? Uma forte aposta no digital.

A Klasszik já existe desde 2009, mas ó há cerca de dois anos e meio começou a operar com a configuração que apresenta hoje. Completamente virada para o mundo digital e multimédia, é especializada em música e produção de videoclipes, além de assegurar também a vertente de gestão de carreira artística.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Agosto de 2018 da revista Marketeer.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Outras notícias