O que separa portugueses e espanhóis no supermercado?

Em Portugal, 46% das vendas de Grande Consumo dizem respeito a promoções. Em Espanha, esta taxa não vai além dos 16%, segundo revela o mais recente estudo da Nielsen sobre o Shopper Ibérico. Os portugueses parecem ser verdadeiros “promo-lovers”, ou seja, amantes de promoções: 81% aproveita ofertas e reduções de preço em produtos que compram habitualmente versus 62% dos espanhóis.

Do outro lado da fronteira, os clientes são descritos como “smartshoppers”, uma vez que são vistos como clientes mais estratégicos e conhecedores: sete em cada 10 sabem os preços reais dos produtos que costumam comprar, ao passo que apenas metade dos portugueses tem esta capacidade.

Os hábitos diferem também naquilo que se compra. Os espanhóis são capazes de sair do supermercado com mais produtos do que estava previsto, ao passo que os portugueses são menos dados ao improviso se isso implicar gastar mais dinheiro do que o esperado. Este comportamento estará intimamente relacionado com o interesse por promoções: preferem não levar uma lista pensada previamente e comprar com base naquilo que está em promoção.

O mesmo estudo, reportado pelo site Marketing News, revela que os portugueses são menos abertos à novidade do que os vizinhos. Enquanto 41% dos espanhóis se mostra disponível para comprar produtos e marcas novas, apenas dois em cada 10 portugueses apresentam a mesma vontade. Os portugueses preferem os artigos a que já estão habituados, privilegiando opções mais saudáveis e com pouca gordura.

As diferenças continuam quando falamos de experiência. Oito em cada 10 portugueses afirmam desfrutar da visita às lojas, sendo que o mesmo comportamento é apenas verificado junto de metade dos espanhóis. Este gosto pela experiência física explica em parte a difícil penetração do comércio electrónico em Portugal, algo que encontra menos resistência em Espanha: recentemente, apenas 2% dos portugueses fizeram compras online versus 19% dos espanhóis. E a tendência é para continuar, uma vez que 81% dos portugueses garante que nunca irá comprar online. Em Espanha, somente 17% indicam o mesmo.

Estas são algumas das diferenças entre os clientes portugueses e espanhóis, mas será que existem apenas distinções? De acordo com a Nielsen, há algo em que coincidem. No acumulado do ano, até Outubro, tanto o mercado português como o espanhol cresceram 3%.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...