YouTube removeu 7,8 milhões de vídeos em três meses

Apenas entre Julho e Setembro deste ano, o YouTube removeu 7,8 milhões de vídeos. Destes, 81% foram eliminados com base em infracções detectadas primeiro por máquinas, segundo avança a plataforma de streaming no mais recente Relatório de Transparência. Neste documento, o YouTube revela ainda que dos vídeos problemáticos detectados por máquinas, 74,5% não contavam com uma única visualização.

“Quando detectamos que um vídeo viola as nossas regras, removemos o vídeo e aplicamos uma penalização ao canal. Eliminamos canais inteiros caso os mesmos se dediquem a disponibilizar conteúdo proibido pelas regras da comunidade ou contenham uma única violação flagrante, como a exploração sexual infantil”, explica o YouTube em comunicado.

Mais de 90% dos canais e mais de 80% dos vídeos removidos neste período foram-no por violações das políticas da plataforma referentes a spam ou conteúdos para adultos e tiveram pouco mais de 10 visualizações.

Destaque também para a remoção de mais de 224 milhões de comentários que infringiam as regras da comunidade. Também aqui o YouTube recorre a uma combinação de revisão humana e tecnologia para sinalizar, rever e remover spam, discursos de ódio e outros abusos.

“À medida que removemos mais comentários, reparamos que o nosso ecossistema de comentários está a crescer e não a diminuir. Os utilizadores diários estão, hoje, 11% mais propensos a fazer comentários do que no ano passado”, aponta ainda o YouTube.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...