A Educadora de Infância estreia amanhã

O filme de Sara Colangelo, que conta com as interpretações de Maggie Gyllenhaal, Gael García Bernal e Parker Sevak chega amanhã aos cinemas portugueses. A estreia vai ter lugar em Lisboa, Porto, Coimbra e Leiria.

Em colaboração com a Alambique (distribuidora do filme), a Zero em Comportamento está a organizar, nos Cinemas UCI do El Corte Inglés, uma sessão especial, seguida de debate. Através da compra do bilhete de cinema, na bilheteira do cinema ou através da bilheteira online, vai poder ver o filme e assistir ao posterior debate.

A Educadora de Infância é sobre o desejo incumprido de ser poeta, o prodígio, a mediocridade, a tentativa de ver o mundo com outros olhos, a procura da beleza em locais invulgares. Este filme vai fazê-lo pensar sobre o poder transformador da arte, como a sociedade recebe os pequenos artistas e qual o papel da escola, professores ou educadores na formação dos futuros génios.

Estas duas citações são o ponto de partida para o debate posterior ao filme, no qual se espera a participação do público:

«O filme proporcionou-me a oportunidade única de discutir qual o papel – se é que ele existe – da poesia na vida moderna. Há espaço para beleza, significado e expressões humanas num mundo de smartphones, videojogos e guerras longínquas travadas por telecomando? Trata-se de uma questão vital e penso que é uma reflexão útil para o público.»; 

«Temos um jovem Mozart. É talentoso. É preciso apoiá-lo, protegê-lo. (…) O talento é tão raro e tão frágil. A nossa cultura faz tudo para o esmagar. Vivemos numa cultura materialista (numa cultura de telemóveis e jogos vídeo). Que não apoia a arte. Ou a linguagem. Ou a observação. Preocupa-me essa falta de curiosidade. Uma falta de reflexão. Ninguém tem espaço para a poesia.».

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...