Humor no regresso da Agência Abreu à publicidade

Miguel Lambertini é o protagonista da mais recente campanha da Agência Abreu, sob o mote “Esta viagem podia ter sido diferente”. A marca pretende mostrar as mais-valias de optar pela agência na hora de marcar as férias e apostou no humor para fazer passar a mensagem, sendo esta a primeira campanha desde que Carla Vidal Marques assumiu o Marketing da Agência Abreu.

«Através do humor, conseguimos representar situações reais, que acontecem ou podem acontecer de facto  em viagem, quando não agenciadas ou resolvidas  por uma marca de confiança como é a Agência Abreu», explica fonte oficial da marca à Marketeer. O humor é ainda encarado pela agência como «um formato apelativo e impactante para contar histórias que criem algum tipo de relação com o público-alvo».

A assinar a campanha, que conta com vários episódios, está a Shortfuse, produtora de filmes para web que desenvolveu o projecto desde o início. Ricardo Constantino, partner e head of Content da Shortfuse, explica que o ponto de partida foi a necessidade de resolver um problema de comunicação da Agência Abreu, posicionando a marca como especialista em viagens e, em particular, na venda de três produtos: circuitos europeus, cruzeiros e grandes viagens.

«Em vez de irmos pelo lado óbvio, que era fazer vídeos a falar directamente das mais-valias da Agência Abreu, decidimos explorar ‘as dores’ dos viajantes que fazem viagens através de outras agências, porventura não tão conhecedoras, não tão especialistas, não tão de confiança como a Agência Abreu», adianta o responsável, garantindo que o objectivo não era atacar outras companhias, mas sim mostrar que com a Agência Abreu poderia ter sido diferente.

Para assegurar que os anúncios não passavam despercebidos, a aposta foi também para uma duração web friendly, ou seja, à volta de um minuto, para uma edição com jump cuts e um call to action no final. Neste momento, a Agência Abreu está a testar a reacção e impacto nas redes sociais (Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn) e noutros canais digitais da empresa. Fonte oficial indica que o objectivo é que «o cliente se aperceba e valorize a diferença de tratamento e nível de serviço que está em causa e continue a acreditar que a Agência Abreu é sem dúvida a sua marca de confiança e a melhor escolha na hora de viajar».

A aposta na criatividade

Apesar de nunca se ter definido como uma produtora que apenas produz, e de sempre ter gostado de se envolver no lado mais criativo dos projectos, a Shortfuse nunca tinha criado uma campanha de raiz como esta. «É importante dizer que, para nós, esta campanha foi um grande desafio desde o início», conta Ricardo Constantino, referindo-se não só à autonomia que lhes foi dada como ao facto de estarem a sair da zona de conforto.

«Sinto que demos um passo importante para provar que conseguimos dar resposta, quer a clientes que venham ter connosco com uma ideia fechada, quer a quem simplesmente tenha um problema de comunicação e precise de ajuda. Somos cada vez mais, algo mais que uma produtora. E por aí queremos continuar», conta o fundador.

É, por isso, fácil de entender que a maior fatia do tempo necessário para construir a campanha tenha tido como destino a pré-produção e criatividade, em que toda a equipa participou. Fechado o guião, «foi só executar como planeado».

Texto de Filipa Almeida

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...