Patchwork chega a almofadas solidárias

Almofadas de alta-costura feitas de materiais nobres reciclados e reinventados é a proposta da The Thinker and The Sinner.

Texto de Maria João Lima

Uma startup portuguesa de moda – com um investimento inicial de 50 mil euros e sem recurso a financiamento – está a reutilizar peças de alta-costura em acessórios, decoração e confecção. A The Thinker and The Sinner fez renascer a técnica milenar de patchwork para criar artigos de decoração de luxo. E começa por apresentar uma colecção de 80 almofadas.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Janeiro de 2019 da revista Marketeer.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...