5 tendências no consumo alimentar fora de casa

Há um novo paradigma no que respeita o consumo fora de casa, também designado mercado Out-of-Home. De acordo com a Kantar Worldpanel, vivemos tempos de forte procura e exigência por parte dos consumidores portugueses, que obrigam as marcas e negócios a mudarem as suas estratégias. Eis as cinco principais tendências no campo alimentar:

1 – Preferência por opções mais saudáveis e gourmet. Os consumidores querem poder escolher aquilo que comem, não só em termos de sabor e combinações mas também relativamente à origem dos alimentos, por exemplos. Querem alternativas aos alimentos processados, ainda que continuem a acreditar que a comida “fora de casa” é, regra geral, menos saudável do que aquela que confeccionam nos seus próprios lares;

2 – Modificação de itens nos menus de refeição. Os mesmos menus de há 10 anos não funcionar com os consumidores de hoje. Segundo a Kantar Worldpanel, a McDonald’s é um bom exemplo de cadeia restauração que soube introduzir novas opções, nomeadamente sopas, leguminosas e frutas, acompanhando os desejos do público;

3 – Aumento de soluções de negócio ligadas ao serviço de alimentação. Os super e hipermercados perceberam que conseguem competir com o canal Horeca na área das refeições ao apostar em novos serviços, como é o caso da expansão do take-away e da criação de espaços eat-in. Como consequência, os restaurantes e cafés tradicionais estão a perder quota;

4 – Inclinação para cozinhas globais, étnicas e éticas. A globalização chegou em força às cozinhas e aos estômagos dos portugueses. Cada vez mais, os portugueses mostram-se interessados e disponíveis para explorar novos conceitos gastronómicos e para almoçar e jantar em espaços que apresentem uma preocupação com a sustentabilidade. Restaurantes para veganos e celíacos são alguns exemplos;

5 – Serviços com principal foco de atracção de Millennials. A última tendência apontada pela Kantar Worldpanel está relacionada com a forma como o canal Horeca encontrou para continuar relevante, especialmente aos olhos dos mais jovens. Uma das mais populares envolve a utilização de plataformas intermediárias como Zomato, The Fork e Uber Eats.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Fidelidade estabelece parceria com China Reinsurance
Automonitor
Emissões: Afinal há motores Diesel tão limpos quanto os elétricos