Apostar só no digital: sim ou não?

Embora as plataformas digitais estejam a ganhar terreno em todos (ou quase todos) os sectores de actividade, deverão as marcas apostar numa estratégia exclusivamente digital? Um estudo do Chief Marketing Officer (CMO) Council diz que não.

Desenvolvido em colaboração com a Pitney Bowes e com base em duas mil entrevistas a indivíduos das gerações Millennial e Z, o estudo revela que 85% dos consumidores prefere uma abordagem omnicanal. Isto significa que os mais jovens gostam que uma marca os contacte tanto através de canais físicos como digitais. Email, redes sociais e interacção ao vivo devem viver em harmonia.

Aliás, cobrir os diferentes meios faz parte das expectativas padrão de 91% dos consumidores inquiridos, sendo que 29% também aponta uma necessidade crescente de as marcas estarem disponíveis para comunicar a qualquer momento.

O mesmo estudo indica também que existe uma sensação geral de intimidade e confiança entre marca e consumidor e que esta ligação é transversal a todas as gerações. Além das gerações Millennial e Z, também os Baby Boomers e a Geração X, entre outras, se mostram preocupados com a privacidade dos seus dados mas disponíveis para trocá-los por melhores experiências.

O CMO Council sublinha ainda que, seja nos canais físicos ou nos digitais, todos os consumidores procuram personalização, querem ser tratados como indivíduos. «Não nos podemos dar ao luxo de ignorar ou dar menos atenção às experiências físicas ao assumir que o digital é o único canal de engagement. Os consumidores não estão focados no canal. Estão focados nas suas necessidades, condições e preferências», lembra Liz Miller, senior vice president Marketing no CMO Council, citada pelo The Drum.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Transformação digital: Quatro coisas que todos os gestores deviam saber (mas a maioria não sabe)
Automonitor
SEAT tem novo Vice-Presidente Executivo de Compras