Do determinismo

Importa referir que a presente crónica (ou coluna, ou lá o que isto é, nunca sei bem) é escrita poucos dias depois de o mundo (e, muito mais importante do que o mundo, o facebook dos meus amigos) ter descoberto o terço gigante da Joana…

A rapariga sem medo

Uma estátua de bronze de uma rapariga de uns oito anos foi inaugurada em Manhattan no dia 8 de Março, o Dia Internacional da Mulher. A rapariga tem uma pose confiante: punhos na cintura, queixo erguido, olhar em frente. Não escolheram erguê-la…

E depois do algoritmo?

“E depois do algoritmo?” é uma celebração e uma anticelebração. Uma celebração dos novos tempos digitais, do brilhantismo de uma indústria que está a mudar o mundo, mas também um reminder de que não há código que substitua um sorriso. Ainda.

Eu não quero ser um homem

Aviso aos incautos: este artigo não é sobre transexualidade, é sobre igualdade de oportunidades. Ou seja, também não é sobre igualdade de género. Porque igualdade de oportunidades e igualdade de género são coisas diferentes. As mulheres não…

Da problemática

Certo dia, a meio de uma reunião com uma empresa de contabilidade, que insistia em responder aos meus “isto não está a correr bem” com variações sobre o tema de “o que vocês estão a fazer mal é...”, resolvi perguntar-lhes se tinham a noção do…