Como olham os portugueses para Portugal?

A reputação interna de Portugal está a melhorar. Questionados sobre a confiança que depositam no País, os portugueses atribuíram uma avaliação de 62,1 pontos. Trata-se de um incremento de 4,1 pontos em relação ao registado há três anos, de acordo com o mais recente estudo da OnStrategy.

Assente em três dimensões (ambiente Governamental, Económico e Social), o estudo mostra como a percepção dos portugueses sobre o território onde vivem e trabalham tem vindo a melhorar: em 2013, este indicador não ia além dos 54,1 pontos. Desde 2016 que a trajectória tem sido ascendente.

“Em 2019, o País consolida a sua posição num nível moderado e abre caminho para que os índices de subida se mantenham”, indica a OnStrategy, acrescentando que todas as dimensões abrangidas sofreram melhorias. Ainda assim, é ao nível do ambiente governamental que se verifica um maior crescimento: mais 4,7 pontos face a 2016, passando de 39,3 para 44 pontos. No entanto, é também o eixo cujas dimensões têm avaliações mais baixas, todas situadas entre o fraco e o vulnerável.

O ambiente económico, que engloba a contribuição dos produtos e serviços nacionais para a economia, a qualidade dos recursos humanos e os avanços da tecnologia, passou de 61,4 para 63,9 pontos. Por seu turno, o ambiente social é o que conquista maiores elogios, tendo atingido o grau excelente ou robusto em praticamente todas as questões. Esta dimensão, que inclui a segurança, beleza, familiaridade e receptividade dos portugueses, apresenta uma reputação interna de 77,8 pontos (mais 3,5 pontos do que em 2016).

«A reputação de um país, seja a nível interno ou externo, tem um impacto significativo nas intenções comportamentais e no seu desenvolvimento. A verdade é que Portugal já não precisa de apresentações e é um país virado para o mundo, o que se reflecte também a nível interno», comenta Pedro Tavares, partner e CEO da OnSrategy. Segundo o responsável, o segredo para as melhorias sucessivas na reputação interna assenta mesmo na confiança dos portugueses no País.

Neste estudo participam mais de 40 mil cidadãos ao longo de 52 semanas. A OnStrategy indica que os inquiridos são representativos da sociedade em termos de distribuição geográfica, género, idade e grau de formação.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...