Martin Sorrell: «Será preciso uma revolução»

Sir Martin Sorrell foi CEO da WPP ao longo de 33 anos, tendo deixado a liderança do grupo em Maio de 2018. Pouco depois, apresentava-se ao mercado como executive chairman da S4 Capital. Hoje, diz-se bastante crítico face ao modelo de negócio das agências tradicionais.

Texto de M.ª João Lima e M.ª João Vieira Pinto

Foto de M.ª João Vieira Pinto

Depois de 30 anos a construir o Grupo WPP, Martin Sorrell deixou o cargo de CEO do grupo de comunicação há um ano – mantendo-se como o maior accionista em nome individual – e dedicou-se à construção de um novo negócio puramente no digital. Em entrevista à Marketeer, à margem da Global Marketer Conference, que se realizou em Lisboa, deixou claro que está a apostar todas as fichas na S4 Capital, que segue um mantar em quatro linhas: “Purely digital; focus on data, contente, programmatic; faster, better, cheaper; e a unitary structure.” E aponta falhas e críticas aos modelos tradicionais de agências de publicidade e comunicação.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Maio de 2019 da revista Marketeer.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Alter Solutions Portugal tem novo director financeiro
Automonitor
Inaugurada primeira auto estrada chinesa… na Europa!