Microsoft lança Surface para combater iPad

A Microsoft apresentou ontem o Surface, o seu tablet de marca própria que promete intrometer-se na guerra entre Apple e Google. O novo dispositivo representa uma mudança histórica na estratégia da empresa, que sempre se focou no desenvolvimento de software, deixando para os seus parceiros a tarefa de construir computadores.

O tablet Microsoft Surface tem um ecrã de alta resolução de 10,6 polegadas (ligeiramente superior ao último modelo do iPad, que tem 9,7 polegadas) e estará disponível em duas versões. Uma versão é mais fina, está equipada com duas portas USB, o sistema operativo Windows RT (uma versão mais leve do Windows 8), e processadores ARM (normalmente utilizados em dispositivos móveis), e será vendida com 32GB e 64GB de memória. Um modelo superior oferece um ecrã com maior resolução, está equipado com três portas USB, o sistema operativo Windows 8 Pro e processador Intel, e surge nas opções de 64GB e 128GB.

A criação de um tablet revela uma verdadeira mudança na estratégia que a Microsoft tem seguido nas últimas décadas, focada apenas no desenvolvimento de software, e pode indicar que a gigante tecnológica quer encontrar soluções ao mercado dos computadores, que tem perdido consumidores para os dispositivos móveis. «Foi sempre claro para nós que a qualidade do nosso software iria obrigar-nos a desenvolver hardware, em áreas em que os nossos parceiros não seriam tão bons», disse ontem o presidente executivo da Microsoft, Steve Ballmer, na apresentação do produto, que decorreu em Los Angeles. «Tal como o Windows 1 precisou de um rato, quisemos dar ao Windows 8 o seu próprio hardware», acrescentou, citado pelo site Mashable.

A Microsoft irá lançar uma gama de capas protectoras para o Surface que, tal como a Apple desenvolveu para o iPad, ficam “coladas” ao dispositivo através de ímanes. Porém, ao contrário da Smart Cover da Apple, a Touch Cover da Microsoft, com apenas 3 mm de largura, surge com um teclado físico integrado.

A versão compatível com processadores ARM, que tem uma largura de 9,3 mm, será lançada no Outono, na mesma altura que o Windows 8. Já o modelo baseado no processador Intel, com 13,5 mm de largura, será lançado cerca de 90 dias depois, anunciou a Microsoft em comunicado, citado pela agência Bloomberg. Ainda que não tenha adiantado preços, a empresa refere que será comparável aos tablets ARM e aos ultrabooks.

Veja aqui o vídeo de apresentação do Microsoft Surface.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...