O Facebook esteve em baixo. Sabe porquê?

Por Maxwel Quintão, Social Media manager, creative & strategist na By

Ontem foi aquele dia em que muita gente ligou e desligou o wi-fi muitas vezes. Verdade? Mas o problema não era da internet mas sim do Facebook, Instagram e WhatsApp: as três redes sociais de Mark Zuckerberg estiveram em baixo.

Ao que parece já está tudo normalizado e hoje é dia de correr atrás dos danos e prejuízos. Mas há uma pergunta que fica no ar: porque é que o Facebook se foi abaixo?

A razão pela qual as principais redes sociais estiveram em baixo relaciona-se com a CloudFare: empresa informática que fornece redes de distribuição de conteúdos, serviços de segurança e servidores. Durante o dia de ontem, os sistemas da CloudFare estiveram em baixo. Para além do Facebook, Instagram e WhatsApp, outras plataformas também estiveram com algumas dificuldades, como Soundcloud, Shopify, BuzzFeed, Medium, Pinterest e Dropbox.

É a segunda vez esta semana que o Facebook, Instagram e WhatsApp estiveram com problemas. Ontem, por volta das 17h, a maior parte das pessoas teve dificuldades na visualização dos conteúdos, no carregamento de imagens para as plataformas e, em alguns casos mais raros, não estavam a conseguir fazer o login nas três redes sociais.

As agências entraram em pânico, os clientes ficaram desorientados e os influenciadores ficaram loucos. Brincadeiras à parte, não é a primeira vez que este tipo de situação acontece. Em Março deste ano, o Facebook viveu o pior outage (expressão que se utiliza para dizer que os sistemas do Facebook estão em baixo) de sempre: durante 15 horas seguidas, mil milhões de utilizadores estava impedidos de publicar, gostar, comentar, enviar mensagens ou qualquer outro tipo de acção possível nestas plataformas.

A ironia de tudo isto deve-se ao facto da Facebook Inc. ter que usar o Twitter para poder comunicar com os utilizadores.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Quer mudar de emprego nesta época do ano? Siga estes conselhos
Automonitor
Novo EV Concept『45』da Hyundai vai a Frankfurt