Procter & Gamble quer alternativa à publicidade convencional

A Procter & Gamble gastou 7,1 mil milhões de dólares (6,2 mil milhões de euros) em publicidade no exercício fiscal do ano passado, mas não tem assim tanta certeza de que este ainda é o caminho a seguir. Marc Pritchard, Chief Brand Officer da empresa responsável por marcas como Gillette, Tide e Pantene, acredita numa alternativa à publicidade convencional.

«Estamos a reinventar a publicidade como a conhecemos», afirmou Marc Pritchard numa entrevista reportada pela AdAge, adiantando que 70% das pessoas diz não gostar de anúncios. O profissional esteve no Festival Internacional de Cannes a espalhar a mensagem e a explorar um novo tipo de publicidade: menos anúncios, mais “habit stacking”.

Segundo Marc Pritchard, “habit stacking” está relacionado com o dia-a-dia dos consumidores, as suas rotinas e hábitos. Pode ir desde sugerir que se pense em três coisas pelas quais se é grato enquanto se lava os dentes com pasta Crest a fazer com que o músico John Legend desafie pais a cantar para os seus bebés enquanto lhes mudam as fraldas Pampers.

«Em vez de lembretes a interromper constantemente, estes micro-passos tornam-se hábitos que substituem a publicidade», explica o Chief Brand Officer da Procter & Gamble.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Quer mudar de emprego nesta época do ano? Siga estes conselhos
Automonitor
Novo EV Concept『45』da Hyundai vai a Frankfurt