Seguros de saúde continuam a crescer em Portugal

O ano passado ficou marcado pelo crescimento do mercado de seguros de saúde. Este ano, a tendência deverá manter-se, à medida que os consumidores procuram alternativas viáveis ao SNS. Do ponto de vista das companhias seguradoras, o desafio passa ainda por continuar a alargar o mix de produtos.

Texto de Daniel Almeida

Fotos de Pedro Simões

Quase um quarto dos portugueses já tem seguro de saúde. Os dados mais recentes da Associação Portuguesa de Seguradores (APS) revelam que, em Março do ano passado, cerca de 2,4 milhões de pessoas já beneficiavam deste produto, quando no final de 2014 o número de segurados estava abaixo dos dois milhões.

Os números demonstram a evolução e consolidação do mercado de seguros de saúde em Portugal nos últimos anos. E em 2019, será que esta tendência se irá manter? «O seguro de saúde vai continuar a subir este ano. É inevitável, não só por força dos particulares, como também das empresas. O nível de consumo está elevado, não há muito por onde poupar, e uma área que as pessoas têm para investir é na sua protecção. Os planos de saúde, independentemente da mossa que fizeram nos seguros de saúde, alertaram para esta necessidade», vaticinam os participantes no mais recente pequeno-almoço debate do sector de Seguros organizado pela Marketeer, no hotel Dom Pedro Lisboa.

Ana Sereno (Allianz), João Gama (Mapfre), José Villa de Freitas (Fidelidade), Sandra Santos (Via Directa), Susana Fava (CA Vida) e Teresa Thobe (Médis) são os profissionais que se reuniram à volta da mesa para debater o estado do sector e apontar algumas previsões e desejos para este ano.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Fevereiro de 2019 da revista Marketeer.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...