Unidos em prol de algo maior

MARKETEER CONTENTS

Pelo 12.º ano consecutivo, o projecto Chicco Dá Vida ajudou a equipar uma Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais, desta vez do Hospital de São João, no Porto. Todos os anos, nascem neste hospital mais de 2600 bebés e cerca de 450 passam pela Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais.

Tendo como missão a felicidade das crianças e acreditando que uma criança feliz será um adulto melhor e ajudará a tornar o mundo num lugar melhor, este projecto de responsabilidade social reafirma o objectivo da marca de puericultura – chegar a cada vez mais bebés, levando-lhes todo o conforto possível nos primeiros segundos de vida. Para iniciar este projecto, em 2006, a Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais do Hospital Dona Estefânia, em Lisboa, foi a escolhida.

Mas, procurando descentralizar e estando desde sempre atento às necessidades de diferentes hospitais, o projecto Chicco dá Vida já passou por Coimbra (Maternidade Bissaya Barreto), Faro (Hospital de Faro), Gaia (Hospital de Gaia), Leiria (Hospital de Santo André), Aveiro (Hospital de Aveiro), Guimarães (Hospital Senhora da Oliveira) e, no ano passado, São Miguel (Hospital do Divino Espírito Santo), cumprindo o desejo antigo de fazer o projecto Chicco Dá Vida de voar até às ilhas.

O projecto também já apoiou unidades em Lisboa (Hospital de Santa Maria e Maternidade Alfredo da Costa) e no Porto (Maternidade Júlio Dinis), onde volta este ano, ao chegar ao Hospital de São João. «O caminho percorrido é longo mas ainda não é suficiente », comenta Filipa Remígio, Marketing and Sales director da Artsana Portugal, que detém a marca Chicco. «Enquanto houver hospitais e unidades neonatais a necessitar de equipamentos urgentes, como incubadoras, ventiladores, aparelhos de fototerapia ou até de obras – como foi um dos casos que acompanhámos, cuja unidade de cuidados intensivos não tinha obras há 40 anos -, teremos esta missão bem presente e desafiaremos os portugueses a juntarem-se a nós, todos os anos», continuou.

Os padrinhos desta causa Este ano, a Chicco doou 1% das vendas de Agosto e Setembro à Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais do Hospital de São João, no Porto, e a madrinha foi a actriz Joana Solnado. «A Joana mostrou-se desde logo muito interessada em poder contribuir para a divulgação do nosso projecto e ficámos muito felizes por poder contar com ela como madrinha.

Ao longo destes anos temos contado com o apoio de figuras públicas que abraçam esta causa com toda a dedicação, que dão a cara pelo projecto e que vão connosco visitar estas unidades e ver, no terreno, a diferença que este projecto faz na vida daquelas crianças, das famílias, mas também de quem ali trabalha, todos os dias. Estes profissionais de saúde respondem a cada caso com o maior dos sorrisos, com muita dedicação e profissionalismo, mas, muitas vezes, sem os meios mais avançados tecnologicamente para tal, que lhes permita actuar de acordo com a melhor evidência científica.

Tem sido muito gratificante receber o feedback destes profissionais a comprovar uma melhoria da qualidade dos serviços prestados aos bebés. Dá-nos cada vez mais certezas de que estamos a fazer a diferença, mas também cada vez mais responsabilidade de não baixar nunca a fasquia e de darmos sempre o nosso melhor.

Queremos chegar a todos os hospitais e maternidades do País», afirma a responsável. O projecto Chicco Dá Vida já contou a participação de Bárbara Guimarães, Catarina Furtado, Margarida Marinho, Andreia Dinis, Pedro Abrunhosa, Rita Ferro Rodrigues, Paula Lobo Antunes, Jorge Corrula, Cláudia Borges, Luísa Castel-Branco, Vera Kolodzig, Diogo Amaral, Núria Madruga e Sandra Barata Belo. «Já tivemos pais, recém-mamãs, uma grávida e até uma avó como embaixadores do projecto.

É fantástico poder contar com gente de fibra, sensível ao tema e que nos ajuda, de forma pro bono, a divulgá-lo com envolvimento e paixão. O único retorno que procuramos é a felicidade das famílias que usufruem destes equipamentos num momento difícil das suas vidas», comenta Filipa Remígio. Para fazer chegar a todos esta campanha de comunicação, a Chicco contou com a criatividade d’Os Duplos, com a agência de meios Wavemaker, com a 17.com Relation Publics & Events e com a estratégia de comunicação da Hill&Knowlton, levando o projecto Chicco Dá Vida à televisão, rádio, outdoor e digital.

Além disso, foi lançado um microsite da responsabilidade da Lisbon Project, onde pode encontrar a história do Chicco Dá Vida, todas as campanhas e os momentos mais marcantes (www.chiccodavida.pt). Mais importante ainda, «o envolvimento dos consumidores tem sido cada vez maior, sentindo- se impelidos a fazer parte da campanha e ajudando-nos a ajudar. Os portugueses perceberam, desde o primeiro minuto, que “sozinhos somos uma gota, mas juntos somos um oceano”», vinca a mesma responsável da marca. Em termos de valor total doado em equipamento, especificamente para este projecto, a marca tem como objectivo chegar a um milhão de euros e acredita que vai conseguir alcançá-lo em breve.

No próximo ano, o repto será lançado novamente, com a Chicco a chegar a um novo ponto do País, com a mesma vontade e entusiasmo para ajudar a equipar a UCIN de um novo hospital, mais bebés e famílias e continuando todo o trabalho feito até aqui. No ADN da marca A Chicco, marca especialista em bebé com 60 anos de história, tem metas que ultrapassam as questões do crescimento, rentabilidade e quotas de mercado.

«A preocupação da Chicco enquanto marca são as crianças, o seu crescimento em harmonia e a sua felicidade. Somos uma marca que olha para as pessoas, para as famílias e para o seu valor humano. E este projecto é uma das formas de cumprirmos a nossa missão», esclarece Filipa Remígio. «Somos uma marca experiente, mas sempre a inovar, a procurar ir mais além, e que, para isso, se junta aos melhores especialistas, médicos, cientistas, designers, para conseguir o melhor para todos os bebés e as suas famílias. E este projecto Chicco Dá Vida retrata bem essa preocupação, esse empenho, em fazer chegar o conforto e a felicidade a todas as crianças, logo desde o primeiro momento, o do nascimento », explica a directora.

«Esta preocupação existe desde sempre, está no ADN da marca. Temos de retroceder mais de 70 anos para entrar naqueles que foram os primeiros passos do Grupo Artsana, quando Pietro Catelli, um jovem que vivia em Como, no Norte de Itália, atravessava a fronteira com a Suíça, na sua bicicleta, para comprar produtos farmacêuticos e depois vendê- -los porta a porta nas farmácias da região. Foi assim que tudo começou. Quando o seu primeiro filho Enrico – de onde surge o nome Chicco, um diminutivo de Enrico – nasceu, Pietro apercebeu-se da lacuna de produtos e de brinquedos para o seu bebé.

Tudo o que encontrou no mercado, de todas as pesquisas que fez, lhe pareceu insuficiente e desapropriado para aquela fase da vida em família. Foi então que, há 60 anos, decidiu desenvolver produtos de puericultura seguros, simples e adequados às diferentes fases do crescimento do seu filho, mas que facilitassem a vida em família. Foi desta vontade de um pai em querer o melhor para o seu filho e para a sua família que nasceu a marca Chicco.

E é esse legado que nos guia para continuar a levar o melhor a todos os bebés, a todos os pais, a todas as famílias.»

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...